A constante busca da sociedade pela beleza

15:42


Ideal de beleza Parnasiana

Desde a Grécia Antiga, o ideal de beleza era obtido de forma matemática, baseada na famosa proporção áurea. Atualmente, o modelo de beleza parnasiana disseminado pelos meios midiáticos mostra homens e mulheres que passam por procedimentos estéticos e cirúrgicos que são concebidos como o protótipo ideal de beleza moderna, quando geralmente a realidade de quem presencia ou aprecia é distinta desses padrões.

Seja nos filmes ou em novelas o(a) mais belo(a) é sempre o(a) que tem o final feliz. As crianças são bombardeadas com essas informações desde cedo resultando em uma busca incessante pelo padrão de beleza pré-estabelecido. Advindo a isso, tem-se conseqüências como os distúrbios alimentares. Segundo o IBGE aproximadamente 47,8% das jovens entre 12 e 16 anos no país sofrem ou já sofreram algum tipo de distúrbio alimentar por não gostarem de seus corpos.

Apesar dessa busca existir entre homens e mulheres, elas são as mais influenciadas. Segundo pesquisa realizada pelos meios midiáticos, o número de cirurgias plásticas em mulheres no país entre 2009 e 2012 cresceu 120%. A busca pelo corpo perfeito nas academias, pelo rejuvelhecimento ou pelo certo número no manequim são reflexos disso. No contexto social moderno, não há a ideia de aproveitar o transcorrer dos anos, mas sim lutar contra eles e estar no mesmo patamar de beleza das pessoas emanadas pela mídia.

Portanto, é necessário que a sociedade consiga conceber que essa beleza propagada não é um modelo obrigatoriamente a ser seguido, que esse ideal é individual; o que pode ser considerado belo para uma pessoa talvez não seja para outra. Partindo desse princípio, será possível deixarmos de ser marionetes dos meios midiáticos e passarmos a nos aceitar como realmente somos.



Aluna: Débora Raiane
Professor: Diogo Didier

LEIA TAMBÉM

0 FELICIDADES

recent posts

Comentários

Instagram