Efeitos da implantação da lei seca no Brasil

17:27


Álcool e direção: uma química perigosa

Baseada no sistema utilizado nos Estados Unidos, a Lei Seca entrou em vigor no Brasil no ano de 2008 com o objetivo de diminuir os elevados índices de mortes ocorridas no trânsito. A Lei paulatinamente tem se tornado mais rigorosa e aplicando em alguns casos punições severas. No entanto, mesmo diante de leis e inúmeros anúncios que visam evitar tragédias, algumas pessoas, certamente por negligência optam por dirigir alcoolizadas. Além disso, a mídia exerce uma forte influência sobre o consumo de bebidas alcoólicas, mesmo com o famoso “slogan” “se beber não dirija”.

É fato que vivemos numa sociedade formada por seres racionais que sabem discernir entre o certo e o errado. No entanto, muitos deixam-se alienar pela mídia, a qual expressa a idéia de que o consumo de bebidas alcoólicas é sinônimo de “status”. De certa forma, esta maneira de chamar atenção acaba aguçando o interesse de alguns, estes por sua vez buscam no álcool uma forma de se tornarem mais sociáveis, o que resulta em alguns casos em diversas calamidades, causadas pela perigosa mistura entre álcool e direção.

Indubitavelmente, os efeitos da implantação da lei têm sido satisfatórios, mesmo que por trás dela haja um interesse em poupar os gastos dos cofres públicos, as punições muitas vezes são aplicadas. Há quem diga que quando “mexe no bolso” as pessoas passam a sentir o peso das leis. É lamentável perceber que para haver respeito a vida é preciso tomar medidas severas. Isto porque, algumas vezes a sociedade não é educada de modo a perceber que não se trata de multas ou qualquer tipo de punição, mas sim de vidas.

Felizmente, a mudança no cenário de tragédias no trânsito tem sido comprovada em números. Isto porque, segundo dados da Polícia Rodoviária do Estado de São Paulo, de 2008 a 2012 o número de mortes reduziu de aproximadamente 30% para 18,7% no Brasil todo. Estes dados mostram que a implantação da lei tem poupado a vida de muitos. Alem disso, tem contribuído de forma significativa para que o brasileiro se conscientize.


Portanto, se torna fácil perceber que a lei vem diminuindo os elevados índices de acidentes no trânsito. No entanto, ainda há muito a ser feito. É preciso que haja de fato uma preocupação com a vida e não apenas com os gastos, e mais fiscalização nas rodovias brasileiras, para isto é necessário um maior investimento por parte das políticas públicas. Mas sobretudo, é preciso que a população faça a sua parte se reeducando e lembrando que para o “Carpe Diem” não é necessário beber e dirigir.

Aluna: Juliana Nascimento
Professor: Diogo Didier

LEIA TAMBÉM

4 FELICIDADES

  1. muitoo bom,me ajudou mt!

    ResponderExcluir
  2. Sinceramente, se considerarmos o fato de ser uma redação de cunho dissertativo argumentativo, esse texto está com a qualidade defasada. Mal vê-se a opinião do redator, muita exposição nos parágrafos de desenvolvimento e a falta, na introdução, de mostrar o que pensa sobre os efeitos da lei seca prejudicaram o texto.

    ResponderExcluir

recent posts

Comentários

Instagram