31 outubro 2010

Regis, Valdir, Eu, Tony, Júlio e Joel


Ontem eu comemorei o meu aniversário acompanhado de amigos e familiares. Na verdade, a festa não foi só minha, pois o meu amigo Júlio Moura, do blog LIVE AND LET LIVE, também faz aniversário na mesma semana que eu. Por isso, desde o ano passado, resolvemos comemorar as nossos festas juntos. O junção não poderia ser melhor, uma vez que todas as pessoas que se fizeram presentes eram muito queridas por mim e por ele. A foto acima, no entanto, não é da festa de ontem. Ela foi tirada na festa do meu primo, Joel, que fez aniversário em abriu desse ano. Coloquei só para mostrar alguns dos amigos que fazem a minha vida mais feliz e que estavam confraternizando comigo e com Júlio.

Depois de muitos preparativos , compras, alguns stresses, a festa rolou melhor do que o esperado. A maioria das pessoas das quais eu convidei estavam presentes. Aqueles que não puderam ir, ligaram, mandaram mensagens, mas de alguma forma deixaram o seu carinho para mim. Fico comovido como as pessoas são gentis quando elas querem ser. Adoro comemorar o meu anivesário e fico muito triste quando alguém esqueci dele. Para mim, fazer mais um ano de vida é um presente, uma dádiva que Deus nos concedo de estar aqui na terra e por isso não pode ser esquecido.

Acho que a festinha de ontem foi uma das melhores de toda a minha vida. Dancei, beijei, comi, bebi, chorei, sorri, fiz tudo o que eu tinha direito. Ah! Ganhei muitos presentes também, apesar de não achar necessário recebê-los por obrigação da data, pois só um simples abraço, telefonema ou mensagem, já me deixa muito feliz. Mesmo assim, várias pessoas me presentearam com objetos dos quais eu realmente gosto ou preciso. Agradeço a todos por isso.

Hoje estou meio cansado depois de tanta felicidade. Fazer uma festa é bom mas dá um trabalho danado. Receber bem os convidados, dar atenção a todos eles, observar se falta alguma coisa e etc., são algumas das tarefas de um bom anfitrião. Com todo essa agitação, o que mais me gratificou foi perceber que todos os que estavam na minha casa ontem, mesmo os que vieram pela primeira vez, estavam muito felizes de participar desse dia tão especial da minha vida.

Por isso, aconselho que, se você tiver oportunidade, comemore sempre o seu aniversário. Essa data de nossas vidas é única e não pode ser ignorada. Chame seus parentes, amigos e todas as pessoas que lhe fazem bem. Beba, coma, sorria, chore, abrace...se for possível, faça tudo isso de uma vez só. Como eu falei da última vez, aniversário é uma data especial, única, um feriado só seu, um dia para esquecer a tristeza, os problemas e os percalços que a vida possa proporcinar. É o dia de recordar coisas boas, tirar bastante fotos, relaxar e deixar a felicidade imperar. Já estou com saudade de tudo o que eu vivi ontem. Espero agora que Deus continue me concedendo a chance de reviver tudo o que eu senti ontem por muitos e muitos anos.

Meu coração pulou
Você chegou me deixou assim
Com os pés fora do chão
Pensei, que bom
Parece enfim, acordei


Pra renovar meu ser
Faltava mesmo chegar você
Assim sem me avisar
E acelerar
Um coração que já bate pouco


De tanto procurar por outro
Anda cansado
Mas quando você está do lado
Fica louco de satisfação
Solidão nunca mais

Você caiu do céu
Um anjo lindo que apareceu
Com olhos de cristal
Enfeitiçou
Eu nunca vi nada igual

De repente você surgiu na minha frente
Luz cintilante
Estrela em forma de gente
Invasora do planeta, amor

Você me conquistou
Me olha, me toca
Me faz sentir
Que é hora, agora
Da gente ir

Fonte: Não Homofobia

Nos últimos 30 anos, o Movimento LGBT Brasileiro vem concentrando esforços para promover a cidadania, combater a discriminação e estimular a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

A partir de pesquisas que revelaram dados alarmantes da homofobia no Brasil, a Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), juntamente com mais de 200 organizações afiliadas, espalhadas por todo o país, desenvolveram o Projeto de Lei 5003/2001, que mais tarde veio se tornar o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 122/2006, que propõe a criminalização da homofobia.

O projeto torna crime a discriminação por orientação sexual e identidade de gênero - equiparando esta situação à discriminação de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, sexo e gênero, ficando o autor do crime sujeito a pena, reclusão e multa.

Aprovado no Congresso Nacional, o PLC alterará a Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, caracterizando crime a discriminação ou preconceito de gênero, sexo, orientação sexual e identidade de gênero. Isto quer dizer que todo cidadão ou cidadã que sofrer discriminação por causa de sua orientação sexual e identidade de gênero poderá prestar queixa formal na delegacia. Esta queixa levará à abertura de processo judicial. Caso seja provada a veracidade da acusação, o réu estará sujeito às penas definidas em lei.

O texto do Projeto de Lei PLC 122/2006 aborda as mais variadas manifestações que podem constituir homofobia; para cada modo de discriminação há uma pena específica, que atinge no máximo 5 anos de reclusão. Para os casos de discriminação no interior de estabelecimentos comerciais, os proprietários estão sujeitos à reclusão e suspensão do funcionamento do local em um período de até três meses. Também será considerado crime proibir a livre expressão e manifestação de afetividade de cidadãos homossexuais, bissexuais, travestis e transexuais.

Apesar dos intensos esforços e conquistas do Movimento LGBT Brasileiro em relação ao PLC 122, ainda assim, ele precisa ser votado no Senado Federal. O projeto enfrenta oposição de setores conservadores no Senado e de segmentos de fundamentalistas religiosos. Por este motivo, junte-se a nós e participe da campanha virtual para divulgar e pressionar os senadores pela aprovação do projeto.

Para ler o projeto de lei na íntegra, clique aqui.

Por quê a lei?

  • Ainda não há proteção específica na legislação federal contra a discriminação por orientação sexual e identidade de gênero;
  • Por não haver essa proteção, estimados 10% da população brasileira (18 milhões de pessoas) continuam a sofrer discriminação (assassinatos, violência física, agressão verbal, discriminação na seleção para emprego e no próprio local de trabalho, escola, entre outras), e os agressores continuam impunes;
  • Por estarmos todos nós, seres humanos, inseridos numa dinâmica social em que existem laços afetivos, de parentesco, profissionais e outros, essa discriminação extrapola suas vítimas diretas, agredindo também seus familiares, entes queridos, colegas de trabalho e, no limite, a sociedade como um todo;
  • O projeto está em consonância com a Declaração Universal dos Direitos Humanos, da qual o Brasil é signatário: “Artigo 7°: Todos são iguais perante a lei e, sem distinção, têm direito a igual proteção da lei. Todos têm direito a proteção igual contra qualquer discriminação que viole a presente Declaração e contra qualquer incitamento a tal discriminação”;
  • O projeto permite a concretização dos preceitos da Constituição Federal: “Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: IV - promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação [...] / Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza”;
  • O projeto não limita ou atenta contra a liberdade de expressão, de opinião, de credo ou de pensamento. Ao contrário, contribui para garanti-las a todos, evitando que parte significativa da população, hoje discriminada, seja agredida ou preterida exatamente por fazer uso de tais liberdades em consonância com sua orientação sexual e identidade de gênero;
  • Por motivos idênticos ou semelhantes aos aqui esclarecidos, muitos países no mundo, inclusive a União Européia, já reconheceram a necessidade de adotar legislação dessa natureza;
  • A aprovação do Projeto de Lei contribuirá para colocar o Brasil na vanguarda da América Latina, assim como o Caribe, como um país que preza pela plenitude dos direitos de todos seus cidadãos, rumo a uma sociedade que respeite a diversidade e promova a paz.

Fonte: Projeto Aliadas – ABGLT

Verdades e Mentiras sobre o PLC 122/06

Desde que começou a ser debatido no Senado, o projeto de lei da Câmara 122/2006, que define os crimes resultantes de preconceito de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero, sexo, orientação sexual e identidade de gênero tem sido alvo de pesadas críticas de alguns setores religiosos fundamentalistas (notadamente católicos e evangélicos).

Essas críticas, em sua maioria, não têm base laica ou objetiva. São fruto de uma tentativa equivocada de transpor para a esfera secular e para o espaço público argumentos religiosos, principalmente bíblicos. Não discutem o mérito do projeto, sua adequação ou não do ponto de vista dos direitos humanos ou do ordenamento legal. Apenas repisam preconceitos com base em errôneas interpretações religiosas.

Contudo, algumas críticas tentam desqualificar o projeto alegando inconsistências técnicas, jurídicas e até sua inconstitucionalidade. São críticas inconsistentes, mas, pelo menos, fundamentadas pelo aspecto jurídico. Por respeito a esses argumentos laicos, refutamos, abaixo, as principais objeções colocadas:


1. É verdade que o PLC 122/2006 restringe a liberdade de expressão?

Não, é mentira. O projeto de lei apenas pune condutas e discursos preconceituosos. É o que já acontece hoje no caso do racismo, por exemplo. Se substituirmos a expressão cidadão homossexual por negro ou judeu no projeto, veremos que não há nada de diferente do que já é hoje praticado.

É preciso considerar também que a liberdade de expressão não é absoluta ou ilimitada - ou seja, ela não pode servir de escudo para abrigar crimes, difamação, propaganda odiosa, ataques à honra ou outras condutas ilícitas. Esse entendimento é da melhor tradição constitucionalista e também do Supremo Tribunal Federal.

2. É verdade que o PLC 122/2006 ataca a liberdade religiosa?

Não, é mentira. O projeto de lei não interfere na liberdade de culto ou de pregação religiosa. O que o projeto visa coibir são manifestações notadamente discriminatórias, ofensivas ou de desprezo. Particularmente as que incitem a violência contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais.

Ser homossexual não é crime. E não é distúrbio nem doença, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). Portanto, religiões podem manifestar livremente juízos de valor teológicos (como considerar a homossexualidade "pecado"). Mas não podem propagar inverdades científicas, fortalecendo estigmas contra segmentos da população.

Nenhuma pessoa ou instituição está acima da Constituição e do ordenamento legal do Brasil, que veda qualquer tipo de discriminação.

Concessões públicas (como rádios ou TV's), manifestações públicas ou outros meios não podem ser usados para incitar ódio ou divulgar manifestações discriminatórias – seja contra mulheres, negros, índios, pessoas com deficiência ou homossexuais. A liberdade de culto não pode servir de escudo para ataques a honra ou a dignidade de qualquer pessoa ou grupo social.

3. É verdade que os termos orientação sexual e identidade de gênero são imprecisos e não definidos no PLC 122, e, portanto, o projeto é tecnicamente inconsistente?

Não, é mentira. Orientação sexual e identidade de gênero são termos consolidados cientificamente, em várias áreas do saber humano, principalmente psicologia, sociologia, estudos culturais, entre outras. Ademais, a legislação penal está repleta de exemplos de definições que não são detalhadas no corpo da lei.

Cabe ao juiz, a cada caso concreto, interpretar se houve ou não preconceito em virtude dos termos descritos na lei.

Mais informações da lei AQUI


Fonte: Projeto Aliadas/ABGLT



Fonte: Crítica de Livros

Brumas de Avalon (The Mists of Avalon) (1979) é uma obra escrita em quatro volumes. O ambiente da história reporta-nos á lendária vida do Rei Arthur e seus 12 cavaleiros da Távola Redonda, que no final do século V expulsaram os saxões da região. Avalon é uma ilha também ela lendária situada, acreditam os arqueólogos, que se situava na cidade de Glastonbury, na planície de Somerset, sudoeste da Inglaterra e a 150 quilómetros da sua capital, Londres.

A origem do seu nome é celta – abal – que significa maçã. Avalon foi palco do nascimento da religião da Deusa-Mãe, cuja continuidade foi posta em causa pelos Saxões. Estes varriam o país matando igualmente cristãos e seguidores da deusa de Avalon. Se um grande líder não unisse cristãos e pagãos, a Bretanha estaria condenada ao barbarismo e Avalon ao desaparecimento. Lá viviam os seres elementais, como fadas, ninfas e elfos, além das sacerdotisas da Lua e aprendizes dos mistérios e forças da natureza.

Era magicamente iluminada pelo Sol e densas brumas obscureciam o caminho até ela, onde tudo florescia, e só quem bem conhecia os caminhos da magia era capaz de vencer as suas brumas. Viviane era, por essa altura, a grã-sacerdotisa de Avalon e passou a visar apenas um objectivo: salvar Avalon dos saxões. Ela teve uma visão na qual o rei morreria em 6 meses sem deixar herdeiros. Viviane comunica então a Igraine, sua irmã, que ela irá gerar este líder, mas não com o Duque Gorlois, seu marido, mas sim com um homem que usa o símbolo do dragão e que é um seguidor da deusa, o rei Uther Pedragon.

Igraine, também ela seguidora da antiga religião e praticante secreta da antiga magia, não vê com bons olhos esta ideia. Viviane planeia salvar Avalon através da unção e treino da sua sobrinha, Morgana, filha de Igraine e Gorlois, como sua sucessora, manipulando a linhagem real para gerar Arthur, um rei que abraçará tanto as crenças pagãs quanto o cristianismo. Desta forma Avalon seria salva, pois a ilha é o centro pagão do poder e um mundo místico invisível. Porém, conforme o cristianismo avança pela Inglaterra e mais pessoas se afastam da Deusa, esse reino misterioso torna-se difícil de alcançar até mesmo para os que têm fé, com a ambiciosa Morgause, também ela irmã de Igraine, empenhando-se em frustrar os seus planos. Viviane tem um temperamento determinado e boas intenções, mas comete um erro que atingirá Morgana pessoalmente e afectará toda a Bretanha.

O que Igraine desconhece é que o rei Uther Pedragon se apaixona por ela e pede secretamente ao mago Merlin, sábio personagem que teve origem na magia dos druidas, bruxos dos celtas, para ter uma noite com ela. Merlin o fez, por poucas horas, à imagem e semelhança de Gorlois. E então gerou Artur. Mais tarde os dois meio-irmãos inseparáveis foram separados: Morgana para ser educada como sacerdotisa foi entregue a Viviane e Artur partiu para junto de Merlin para ser educado por ele. Pendragon morreu uma década e meia depois, deixando o país sem rei. Nesta condição, Merlin propôs que quem conseguisse possuir Excalibur, uma espada com poderes mágicos cravada numa rocha, seria o novo rei. Arthur conseguiu possui-la.

Depois de revelada a sua filiação, mergulhou em batalhas pela unificação do país, com ajuda dos 12 cavaleiros da Távola Redonda, reinando com nobreza espiritual, amor cortês e justiça, cuja história está também ligada à busca do Santo Graal.
Mais tarde casou com a princesa Guinevere, com a qual não teve filhos. Ela apaixonou-se por Lancelot, o melhor e mais fiel cavaleiro de Arthur, com quem foge quando o rei estava em Roma. Mordred, filho de Morgana, concebido num ritual de fecundidade que acontecia entre as sacerdotisas de Avalon, planeia por esta altura usurpar o trono do rei Artur. Neste ritual, homem e mulher desconheciam a identidade um do outro. Ela deitar-se-ia pela primeira vez com um homem escolhido, aquele que matasse o lobo numa importante caçada. Era conhecida como a cerimónia do Gamo Rei.

Assim e entre irmãos, conceberam Mordred. Artur retorna de Roma e mata Mordred, mas é também mortalmente ferido. Arthur foi levado por sua irmã Morgana para o lago, onde através dos poderes que a deusa havia lhe dado poderia retornar a Avalon, já que ela desprezou a deusa. No caminho, ela foi recusada e a única forma de eles retornarem a Avalon era Arthur devolver a Excalibur ao lago onde quem habitava era a deusa.

Arthur não resistiu á viagem e morreu, mas existem lendas que dizem que ele só está adormecido, esperando para voltar num futuro próximo. Segundo consta a lenda, Avalon é o lugar onde está enterrado o corpo do Rei Artur. Uma tradição milenar relata também que está em Glastonbury o Poço do Cálice Sagrado, onde José de Arimatéia, amigo e protetor de Cristo, no ano 37 d.C., teria escondido o Santo Graal, o cálice da Santa Ceia, contendo o sangue de Jesus Cristo.

Mais sobre a História AQUI
DOWNLOAD

Trailer

28 outubro 2010


Você É Linda

Caetano Veloso

Composição: Caetano Veloso

Fonte de mel
Nos olhos de gueixa
Kabuki, máscara
Choque entre o azul
E o cacho de acácias
Luz das acácias
Você é mãe do sol
A sua coisa é toda tão certa
Beleza esperta
Você me deixa a rua deserta
Quando atravessa
E não olha pra trás

Linda
E sabe viver
Você me faz feliz
Esta canção é só pra dizer
E diz
Você é linda
Mais que demais
Vocé é linda sim
Onda do mar do amor
Que bateu em mim

Você é forte
Dentes e músculos
Peitos e lábios
Você é forte
Letras e músicas
Todas as músicas
Que ainda hei de ouvir
No Abaeté
Areias e estrelas
Não são mais belas
Do que você
Mulher das estrelas
Mina de estrelas
Diga o que você quer

Você é linda
E sabe viver
Você me faz feliz
Esta canção é só pra dizer
E diz
Você é linda
Mais que demais
Você é linda sim
Onda do mar do amor
Que bateu em mim

Gosto de ver
Você no seu ritmo
Dona do carnaval
Gosto de ter
Sentir seu estilo
Ir no seu íntimo
Nunca me faça mal

Linda
Mais que demais
Você é linda sim
Onda do mar do amor
Que bateu em mim
Você é linda
E sabe viver
Você me faz feliz
Esta canção é só pra dizer
E diz


27 outubro 2010



Fonte: Toda Forma de Amor

Brasil trata bullying com cartilha, EUA com mobilização nacional

Ajuda às vítimas no Brasil ainda está no discurso

Um único assunto: bullying (agressões de alunos contra alunos nas escolas) e frentes de combates bem diferentes ao se comparar o Brasil e os Estados Unidos. Os norte americanos decretaram guerra nacional contra esse tipo de violência. O Brasil deu um passo importante ao lançar uma cartilha sobre o assunto, mas falta muito, muito mais.

Nos Estados Unidos celebridades gravaram mensagens contra o bullying exibidas em rede nacional. Juristas participaram de audiência com depoimentos de personalidades gays e de políticos gays. Nos Estados Unidos, o bullying provocou uma mobilização nacional em toda a sociedade estimulando o combate, propondo soluções, punindo agressores, protegendo vítimas.

Os suicídios de jovens gays norte americanos são tratados com a seriedade de um crime de ódio. As vítimas são homenageadas, os pais protegidos. No caso mais recente, a da morte do estudante Tyler Clement houve manifestações reunindo centenas de pessoas. O aluno de 18 anos se matou, em Nova Jersey, depois que os colegas de quarto fizeram imagens dele em intimidades com outro homem e publicaram na Internet.

Até o presidente Barack Obama gravou mensagem da campanha "It´s Get Better" (As Coisas vão Melhorar, em tradução livre), assim como outras personalidades do país. "Isto (bullying) é algo que simplesmente não poderia acontecer neste país" disse Obama.

O Ministério da Educação norte americano lançou, esta semana, uma determinação informando aos professores que é responsabilidade deles combater o bullying e, especialmente, denunciando os casos. O documento determina ainda o fim e a proibição de humilhação com base na orientação sexual dos alunos.

No Brasil não se tem estatísticas. No Brasil, os casos caminham para uma única vala: a do silênciodas vítimas, dos pais e das escolas. Em instituições particulares a situação é ainda pior, já que o poder econômico contribui para abafar os casos. Nas escolas públicas, o combate ao bullying tem muito mais efeito.

Produzida pela médica psiquiatra Ana Beatriz Barbosa Silva, a cartilha contra o bullying lançada pelo Conselho Nacional de Justiça traz em 16 páginas um excelente material para professores, pais e a sociedade em geral. O conteúdo é baseado no livro "Bullying: Mentes Perigosas nas Escolas" de Ana Beatriz que é diretora técnica da Medicina do Comportamento SP e RJ. Falta agora a mobilização nacional.

Leia a Cartilha

da Redação do Toda Forma de Amor



Fonte: Mundomais

Ontem em Curitiba (26.10.2010), no Congresso Anual de Igrejas Assembléias de Deus do Paraná, o candidato a Presidência da República José Serra, prometeu caso seja eleito, vetar o projeto de lei (Substitutivo do PLC 122/06), que propõe tornar crime a discriminação por orientação sexual, identidade de gênero, pessoa idosa, mulheres e pessoas discriminadas em razão da sua origem, mesmo que aprovada pelo Congresso Nacional Brasileiro. Fato este amplamente noticiado na grande imprensa (como Globo.com, Folha de São Paulo e o O Dia).

O candidato tucano justificou a sua posição dizendo que o substitutivo do projeto de lei da câmara 122/06 é contra a liberdade religiosa, faltando com a verdade, mostrando total desconhecimento do projeto de lei e emitindo visão distorcida quanto à importância de enfrentar a discriminação e a violência contra LGBT no país.

O substitutivo do PLC 122/2006 não ataca a liberdade religiosa, como o candidato diz. É mentira! Isso é factóide!

O projeto de lei não interfere na liberdade de culto ou de pregação religiosa. O que o projeto visa coibir são manifestações notadamente discriminatórias, ofensivas ou de desprezo. Particularmente as que incitem a violência contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais.

Ser homossexual não é crime. E não é distúrbio nem doença, segundo a Organização Mundial da Saúde. Portanto, religiões podem manifestar livremente juízos de valor teológicos (como considerar a homossexualidade "pecado"). Mas não podem propagar inverdades científicas, fortalecendo estigmas e contribuindo para justificar a discriminação e a violência contra segmentos da população.

Nenhuma pessoa ou instituição está acima da Constituição e do ordenamento legal do Brasil, que veda qualquer tipo de discriminação e cabe à legislação infraconstitucional complementar os princípios da CF, a exemplo da lei anti-racismo.

Ninguém pode incitar ódio ou divulgar manifestações discriminatórias – sejam contra mulheres, negros, índios, pessoas com deficiência ou homossexuais. A liberdade de culto não pode servir de escudo para ataques a honra ou a dignidade de qualquer pessoa ou grupo social. O projeto não limita ou atenta contra a liberdade de expressão, de opinião, de credo ou de pensamento. Ao contrário, contribui para garanti-las a todos, evitando que parte significativa da população, hoje discriminada, seja agredida ou preterida exatamente por fazer uso de tais liberdades em consonância com sua orientação sexual e identidade de gênero.

O projeto de lei apenas pune condutas discriminatórias. É o que já acontece hoje no caso do racismo, por exemplo. Se substituirmos a expressão cidadão homossexual por negro ou judeu no projeto, veremos que não há nada de diferente do que já é hoje praticado.

O tucano no afã de conseguir votos de setores mais conservadores e de fundamentalistas religiosos coloca em risco uma agenda de direitos humanos que vem sendo construída, a duras penas, na sociedade brasileira, indo na contramão das políticas públicas que o país vem consolidando através do Programa Federal Brasil sem Homofobia e o Plano Nacional de Direitos Humanos e Cidadania LGBT, ambos implantados no Governo Lula, e que tem na laicidade do Estado Brasileiro o seu pilar.

Cláudio Nascimento
Ativista dos Direitos LGBT e de Direitos Humanos, há 21 anos
Cidadão Honorário da Cidade do Rio de Janeiro

26 outubro 2010


Há exatamente 26 anos, no dia 27 de outubro, nascia um menino de olhos azuis, de pele clara, cabelos lisos e pesando 4kg. Esse menino cresceu num ambiente saudável, sobre a tutela atenta de um pai e de uma mãe. Filho mais velho, tem um irmão do qual ele ama muito. Ambos cresceram juntos, dividindo confidências e descobertas. Com o passar do tempo, suas caracteristicas fisicas foram mudando. Atualmente ele tem os olhos verdes e a pele morena. Os cabelos já não são tão lisos como os de outrora. Agora eles têm um aspecto mais crespos, fruto da decendência familiar.

Na adolescência, viveu intensamente TUDO o que poderia ser vivido. Viajou, brincou, namorou, descobriu, revelou...fez tudo o que é feito nessa fase tão turbulenta das nossas vidas. Na realidade, INTENSIDADE define bem esse indivíduo, pois ao longo desses 26 anos essa palavra esteve presente em todos os momentos da sua vida.

Para quem não o conhece ainda, ele é muito sociável e adora fazer novos amigos. Entre outras qualidades que ele possui eu posso afirmar que ele é: amigo, companheiro, sincero, honesto, inteligente, critico, perspecaz, TOLERANTE (sua principal caracteristica), e compreensivo. Mas, todo ser humano é dotado de defeitos e ele é: vingativo, rancoroso, intransigente, egoísta, impaciente, persuasivo, preguiçoso...

O restante da personalidade dele você terá que descobrir na convivência. Atualmente ele é adulto, estudante universitário, professor, filho e amigo. Já dá para saber quem é? Se você pensou em mim, acertou em cheio!

Hoje é um dia muito especial para mim, pois, graças a Deus, estou completando mais um ano de vida. Costumo dizer que aniversário é um feriado pessoal, um dia único, só seu e por isso, penso que ele deve ser comemorado intensamente. Antes que alguém pergunte, eu estou fazendo 26 anos de idade, mas com a carinha de 20 e o corpinho de 18 rsrsrsrrsrs...Brincadeiras a parte, eu resolvi compartilhar essa data tão impotante para mim com vocês, meus leitores/seguidores.

Então vamos confraternizar! Elevar coisas boas para o ar e despertar tudo o que exite de bom nesse mundo. Quero sentir as energias positivas de cada um de vocês nessa data. Mesmo distantes, eu consigo perceber a presença de todos perto de mim, num grande abraço coletivo. Obrigado por estarem sempre aqui. A presença de vocês me comove profundamente.

Bjjjjjjjjjooooooooooooooossssssssssssss a TODOS!

Ser Feliz é Ser Livre!



Parabéns da Xuxa
Xuxa
Composição: Xuxa / Mauricio Vidal

Hoje vai ser uma festa
Bolo e guaraná
Muito doce pra você
É o seu aniversário
Vamos festejar
E os amigos receber

Mil felicidades e amor no coração
Que a sua vida seja sempre doce e emoção
Bate, bate palma que é hora de cantar
Agora todos juntos vamos lá

Parabéns
Parabéns
Hoje é o seu dia
Que dia mais feliz

Parabéns
Parabéns
Cante novamente que a gente pede bis

É big, é big
É big, é big, é big
É hora, é hora
É hora, é hora, é hora
Rá ti bum

Hoje vai ser uma festa
Bolo e guaraná
Muito doce pra você
É o seu aniversário
Vamos festejar
E os amigos receber

Mil felicidades e amor no coração
Que a sua vida seja sempre doce e emoção
Bate, bate palma que é hora de cantar
Agora todos juntos vamos lá

Parabéns
Parabéns
Hoje é o seu dia que dia mais feliz

Parabéns
Parabéns
Cante novamente que a gente pede bis






One Of Us

Joan Osborne

If God Had a Name What Would It Be?
And Would You Call It to His Face?
If You Were Faced With Him in All His Glory
What Would You Ask If You Had Just One Question?

Yeah, Yeah, God Is Great
Yeah, Yeah, God Is Good
Yeah Yeah Yeah Yeah Yeah

What If God Was One of Us?
Just a Slob Like One of Us
Just a Stranger On the Bus
Trying to Make His Way Home

If God Had a Face
What Would It Look Like?
And Would You Want to See
If Seeing Mean That You Would Have to Believe
In Things Like Heaven and Jesus and the Saints
And All the Prophets

Yeah Yeah God Is Great
Yeah Yeah God Is Good
Yeah Yeah Yeah Yeah Yeah

What If God Was One of Us?
Just a Slob Like One of Us
Just a Stranger On the Bus
Trying to Make His Way Home
Just Trying to Make His Way Home
Back Up to Heaven All Alone
Nobody Call Him On the Phone
Cept For the Pope Maybe in Rome

Yeah Yeah God Is Great
Yeah Yeah God Is Good
Yeah Yeah Yeah Yeah

What If God Was One of Us?
Just a Slob Like One of Us
Just a Stranger On the Bus
Trying to Make His Way Home
Like a Holly Rolling Stone
Back Up to Heaven All Alone
Just Trying to Make His Way Home
Nobody Call Him On the Phone
'cept For the Pope Maybe in Rome



Hands

Jewel

If I could tell the world just one thing
It would be that we're all ok
And not to worry 'cause worry is wasteful
And useless in times like these
I won't be made useless
I won't be idle with despair
I will gather myself around my faith
For light does the darkness most fear

CHORUS
My hands are small, I know
But they're not yours, they are my own
But they're not yours, they are my own
And I am never broken

Poverty stole your golden shoes
It didn't steal your laughter
And heartache came to visit me
But I knew it wasn't ever after

We'll fight, not out of spite
For someone must stand up for what's right
Cause where there's a man who has no voice
There ours shall go singing

CHORUS
My hands are small, I know
But they're not yours, they are my own
But they're not yours, they are my own
And I am never broken

In the end only kindness matters
In the end only kindness matters

I will get down on my knees, and I will pray
I will get down on my knees, and I will pray
I will get down on my knees, and I will pray

CHORUS
My hands are small, I know
But they're not yours, they are my own
But they're not yours, they are my own
And we never broken

We are God's eyes
God's hands
God's mind
We are God's eyes
God's hands
God's heart
We are God's eyes
God's hands
God's eyes
We are God's hands
We are God's hands



You Gotta Be

Des'ree

Listen as your day unfolds
Challenge what the future holds
Try and keep your head up to the sky
Lovers, they may cause you tears
Go ahead release your fears
Stand up and be counted
Don't be ashamed to cry

You gotta be...
You gotta be bad, you gotta be bold, you gotta be wiser
You gotta be hard, you gotta be tough, you gotta be stronger
You gotta be cool, you gotta be calm, you gotta stay together
All i know, all i know, love will save the day

Herald what your mother said
Read the books your father read
Try to solve the puzzles in your own sweet time
Some may have more cash than you
Others take a different view
My oh my, yea, eh, ee

You gotta be bad, you gotta be bold, you gotta be wiser
You gotta be hard, you gotta be tough, you gotta be stronger
You gotta be cool, you gotta be calm, you gotta stay together
All i know, all i know, love will save the day

Time ask no questions, it goes on without you
Leaving you behind if you can't stand the pace
The world keeps on spinning
Can't stop it, if you tried to
This best part is danger staring you in the face
(wo0o0o)

Listen as your day unfolds
Challenge what the future holds
Try and keep your head up to the sky
Lovers, they may cause you tears
Go ahead release your fears
My oh my yea, ye, ee

You gotta be bad, you gotta be bold, you gotta be wiser
You gotta be hard, you gotta be tough, you gotta be stronger
You gotta be cool, you gotta be calm, you gotta stay together
All i know, all i know, love will save the day
Yea, yea, yea!

You gotta be bad, you gotta be bold, you gotta be wiser
You gotta be hard, you gotta be tough, you gotta be stronger
You gotta be cool, you gotta be calm, you gotta stay together
All i know, all i know, love will save the day
Yea yea...

Got to be bold
Got to be bad
Got to be wise
Do what others say
Got to be hard
Not too too hard
All i know is love will save the day

You gotta be bad, you gotta be bold, you gotta be wiser
You gotta be hard, you gotta be tough, you gotta be stronger
You gotta be cool, you gotta be calm, you gotta stay together

Fonte: Significado dos Nomes

Significado do nome Diogo
Origem do Nome Diogo


Qual a origem do nome Diogo: LATIM
Significado de Diogo

Qual o significado do nome Diogo: "DIDACUS". O CONSELHEIRO.
Apelidos: Bolinha, Di, Didi, Dig, Dodogo, Doguinho, Ôgo, Digo

Significado e origem do nome diogo - Analise da Primeira Letra do Nome: D

Muito atencioso, e apegado à família possui um senso maternal muito forte, é o tipo de pessoa que gosta de se sentir útil e necessário, com isso chega a assumir mais responsabilidades do que realmente pode suportar. Não costuma voltar atras em suas palavras. Muito ocupado, raramente se permite algumas horas livres para o lazer. Mas deve tomar cuidade em não se tornar dependente ou infantil ao extremo, para isso não deve se pendurar nos outros.

Significado do nome Diogo - Sua marca no mundo! DISCIPLINA,PRATICIDADE,LEALDADE,CONFIABILIDADE,GOSTO PELO TRABALHO,SOLIDEZ E EFICIÊNCIA.

Confiança e lealdade é o que se pode esperar da pessoa cuja personalidade é marcada pelo número 4. Alguém que não admite superficialidade e covardia. Muito produtiva e eficiente, faz de sua bandeira a prudência e a disciplina. Com os pés no chão, não se deixa levar por nada que se mostre leviano ou propostas sedutoras demais. Pontual e responsável com seus compromissos, demonstra sempre uma grande estabilidade, fator que a faz respeitável por aqueles que a conhecem. Não deixa nada por acabar e respeita todos os regulamentos, por isso muitas vezes é considerada conservadora.

Sua sobriedade não a permite ser muito extravagante, preferindo sempre um estilo mais clássico até no se vestir. Bom senso e discrição são marcas de alguém que leva à sério seus relacionamentos pessoais e profissionais. Uma tendência negativa é a de se tornar inflexivel e sistemática demais com detalhes. Uma forma de equilibrar este ponto e aproveitar as boas vibrações do seu número da personalidade é começar aceitando e considerando mais as opiniões dos outros. Assim a confiabilidade que lhe conferem terá ainda mais valor.

Diogo Significado - Numerologia - Expressão 5
COMO O MUNDO TE VÊ?


O número da Expressão revela a missão que tem, o que deve fazer ou ser nesta vida, para que atinja sucesso e alcance suas metas e objetivos. Descreve como você se expressa no mundo. O seu "eu" completo - personalidade, caráter, disposição, identidade, temperamento.Cheio de recursos e com uma mente aberta, tipo de pessoa que se mantem sempre informado. Muito inteligente e capta tudo com facilidade, por isso encontra diversas maneiras e idéias para fazer as coisas.

Como aprecia a liberdade de se locomover e ir por onde quer, vive fugindo de responsábilidades ou de situações muito sólidas. Sente necessidade de mudança, e versatilidade de oportunidades, por isso acaba as vezes deixando seus projetos pela metade passando a imagem de pessoa insconstante. Por ser alguem de intresses muito variados tende a estar sempre fazendo várias coisas ao mesmo tempo.

Busca ocupações em que não precise ficar isolado, nem fechado em quatro paredes. Profissões apropriadas para esta Expressão são aquelas que o colocam em contato com as pessoas, como detetive, agente do serviço secreto, agente de turismo, ator, inventor, promotor, líder cívico, político, advogado, editor, orador, guia turístico, caminhoneiro, publicitário, crítico de teatro. Atenção para o excesso de bebida, drogas ou sexo e com a permissividade.

diogo Significado - Numerologia - Impressões 11
COMO VOCÊ VÊ O MUNDO?


Mostra a pessoa como é interiormente. Revela como pensa, sente e age. Seu o desejo íntimo da alma, o seu "eu interior", suas esperanças, sonhos, ideais, motivações. As vezes é possível que percebamos essa manifestação, mas talvez não a expressamos como deveriamos ou mesmo não vivemos de acordo com ela, assim estamos reprimindo os nossos sentimentos e impulsos, o que gostariamos de ser ou fazer, estamos adormecendo nossos objetivos secretos, as ambições, os ideais mais intimos.

diogo Significado - Numerologia - Anseios da Alma 3
ANIMA - O QUE MOVE VOCÊ?

A vibração da ANIMA mostra a impressão que você transmite às pessoas e os efeitos que lhes causam. Deve ser considerado um dos número mais importantes na sua vida. Conhecendo-o poderá entender o planejamento da sua vida. Compreendendo este plano e buscando viver de acordo com seu significado trará mais sentido à sua vida, e a fará mais útil e feliz. Ter consciência dessa vibração ajuda a reconhecer o porquê de suas aversões e gostos.

Não desperdiçará um dia sequer de sua vida, e jamais a sentirá inutil ou sedentária na velhice se viver de acordo com as vibrações deste número. 3 - Deseja ser cheia de energia, com entusiasmo e criatividade, ser popular e chamar atenção. Gosta de dias ensolarados sentindo o sol no rosto, gosta de roupas coloridas e de sair por aí. Fazer compras e gastar comprando objetos de decoração é um grande prazer.

Não gosta de solidão, nem de ser preso a um ideal, tem aversão por obrigações e horários fixos a cumprir. O casamento o enfraquece, mesmo que o atraia, na realidade pratica acaba se sentindo sem energia, por isso costuma ser mais namorador e infiel.

24 outubro 2010


Samba A Dois

Los Hermanos

Composição: Marcelo Camelo

Quem se atreve a me dizer do que é feito o samba?
Quem se atreve a me dizer?
Quem se atreve a me dizer do que é feito o samba?
Quem se atreve a me dizer?

Não, eu não sambo mais em vão
O meu samba tem cordão
O meu bloco tem sem ter e ainda assim
Sambo bem à dois por mim
Bambo e só, mas sambo, sim
Sambo por gostar de alguém, gostar de...

...Me lava a alma, me leva embora
Deixa haver samba no peito de quem...

...se atreve a me dizer
Do que é feito o samba ?
Quem se atreve a me dizer?
Quem se atreve a me dizer?
Do que é feito o samba ?
Quem se atreve a me dizer?

Quem me ensinou a te dizer
"Vem que passa o teu sofrer"
Foi mais um que deu as mãos entre nós dois
Eu entendo o seu depois
Não me entenda aqui por mal
Mas pro samba foi vital falar em...

...Me laça a alma, me leva agora
Já que um bom samba não tem lugar nem...

...se atreva a me dizer
Do que é feito o samba
Nem se atreva a me dizer
Nem se atreva a me dizer
Do que é feito o samba
Nem se atreva a me dizer

Nem se atreva a me dizer
Do que é feito o samba
Nem se atreva a me dizer
Nem se atreva a me dizer
Do que é feito o samba
Nem se atreva a me dizer

Título Origin



Baseado numa história real, "Delicada Relação" retrata o caso de amor entre oficiais israelenses que estão servindo numa base na fronteira de Israel e o Líbano. Eles são comandantes, estão apaixonados, e tentam encontrar um lugar para si próprios em meio a um sistema opressivo e rigoroso, que os leva a defender uma causa na qual não necessariamente acreditam.

Yossi, o comandante da companhia, é um cara introvertido e do tipo "integrado ao sistema". Jagger, o comandante do pelotão, é um sujeito aberto e bem mais liberado. Ele também é o astro da companhia. Yossi está absolutamente determinado a manter o caso em segredo, enquanto Jagger, que está prestes a deixar o serviço militar, acha que Yossi deve deixar o exército e partir com ele. Pouco tempo antes de partirem para uma perigosa emboscada, a tensão entre os amantes vai aumentando e torna-se quase explosiva.

"Delicada Relação" retrata de forma corajosa, genuína, divertida e às vezes até dolorosa, o complicado tema que é o homossexualismo nas forças armadas.

Também retrata a trágica estrutura de vida de jovens israelenses hoje em dia. O filme apresenta um conjunto encantador de jovens homens e mulheres, que deveriam, a essa altura de suas vidas, estar dançando, estudando e amando. Ao invés disso, devido ao serviço militar obrigatório e à complicada situação na região, eles são obrigados a devotar seus anos mais belos a seu país, para serem soldados, para matar e serem mortos.

Em "Delicada Relação" você poderá ver um chef que encontra prazer na culinária gourmet, um soldado que acredita em reencarnação e duas mulheres que tentam sobreviver no mundo dos homens. Mostrando os detalhes aparentes da vida dos comandantes e seus soldados, os criadores do filme enfatizam a situação distorcida na qual esses homens e mulheres são forçados a viver e morrer.

Ficha Técnica:
  • título original:Yossi & Jagger
  • gênero:Drama
  • duração:01 hs 05 min
  • ano de lançamento:2002
  • site oficial:http://www.yossiandjagger.com/
  • estúdio:Israel Cable Programming / Lama Productions Inc.
  • distribuidora:Strand Releasing / Europa Filmes
  • direção: Eytan Fox
  • roteiro:Avner Bernheimer
  • produção:Amir Harel e Gal Uchovsky
  • música:Ivri Lider
  • fotografia:Yaron Scharf
  • direção de arte:Amir Pick
  • figurino:Natan Elkanovich
  • edição:Yosef Grunfeld
Elenco:

  • Ohad Knoller (Yossi)
  • Yehuda Levi (Jagger)
  • Assi Cohen (Ofir)
  • Aya Steinovitz (Yaeli)
  • Hani Furstenberg (Goldie)
  • Sharon Raginiano (Coronel)
  • Yaniv Moyal (Samoncha)
  • Hanan Savyon (Adams)
  • Erez Kahana (Yaniv)
DOWNLOAD

TRAILER:



Fonte: Associação de Jovens LGBTs

o que é a homossexualidade?


O que é que as pessoas geralmente pensam quando ouvem esta palavra? A maioria pensa em "homens e sexo". Mas a homossexualidade não se trata na realidade só de homens e só de sexo. Existem também mulheres que são homossexuais. Elas chamam-se lésbicas, enquanto os homens geralmente são designados de gays. Independentemente do sexo por que cada pessoa se interessa, existe na maioria das pessoas uma capacidade para amar. E por amor não queremos dizer só sexo, mas também o desejo de intimidade, afectividade e companheirismo. Na realidade, tanto a homossexualidade, como a heterossexualidade não são muito mais do que isto. Por isso faz todo o sentido escrever a seguinte equação para explicar o que é a homossexualidade: homossexualidade = amor. A partir de 1970 começou a surgir uma perspectiva positiva, generalizada, em relação à homossexualidade. A APA (American Psychiatric Association) retirou a homossexualidade do seu "Manual de Diagnóstico e Estatística de Distúrbios Mentais" (DSM) em 1973, depois de rever estudos e provas que revelavam que a homossexualidade não se enquadra nos critérios utilizados na categorização de doenças mentais. A Organização Mundial de Saúde (OMS) fez o mesmo em 1993. Psicológos e sexólogos chegaram à conclusão de que a homossexualidade é uma variante da normalidade.

Qual é a diferença entre homossexuais, bissexuais e transgéneros?

Resumidamente, os gays e lésbicas são pessoas que sentem atracção emocional e sexual por pessoas do mesmo sexo. Os bissexuais são pessoas que podem tanto apaixonar-se por alguém do sexo masculino, como por alguém do sexo feminino. O termo transgénero é utilizado para descrever o grupo de pessoas que não se enquadra na forma como as definições de "homem" e "mulher" são concebidas socialmente e inclui transexuais, hemafroditas, andrógenos, travestis e transformistas. Ou seja, ser gay, lésbica ou bissexual refere-se à orientação sexual do indivíduo, enquanto que ser transgénero refere-se à identidade do género do indivíduo.

Os homossexuais são reconhecíveis fisicamente?

A maioria das pessoas nunca pensa que as pessoas que conhecem podem ser homossexuais. Isto quer dizer que a maioria das pessoas assume à partida que todas as pessoas são heterossexuais. Além disso, pensam que têm uma imagem nítida de qual é aparência dos homossexuais: "Todos os gays são efeminados e todas as lésbicas são masculinizadas". Esta é a opinião generalizada, mas não corresponde à realidade. Geralmente não é possível ver a homossexualidade através da aparência. Os gays e as lésbicas têm a mesma aparência e agem tal e qual como todas as outras pessoas. As pessoas com maneirismos são uma minoria entre os homossexuais. Porém, se a homossexualidade de repente se tornasse visível, descobririas que já conheceste gays e lésbicas, sem saberes. Talvez a tua melhor amiga, o teu primo, a tua tia, o carteiro, o empregado do supermercado, a tua professora, um deputado do parlamento ou o teu artista favorito sejam homossexuais. Na verdade, a invisibilidade dos homossexuais significa que o conhecimento de como lésbicas e gays vivem as suas vidas é muito limitado. Mas como cada vez há mais homossexuais a falarem abertamente das suas vidas, esta invisibilidade está a diminuir. E, aos poucos e poucos, as atitudes negativas em relação aos homossexuais irão também modificar-se.

Quantos homossexuais existem?

Muitos homossexuais apercebem-se desde muito cedo que as suas paixões e interesses estão direccionados para membros do mesmo sexo. Outros não descobrem até mais tarde nas suas vidas o que é que os seus sentimentos querem dizer. Muitos destes encontram-se até em relações heterossexuais, casados e com filhos. Por estas razões é muito difícil determinar quantos homossexuais existem. Mas está estimado que entre 5 a 10% da população é homossexual assumida ou tem sentimentos homossexuais aos quais não corresponde devido à pressão social.

As pessoas podem "tornar-se" homossexuais?

As pessoas não "se tornam" homossexuais, mas antes descobrem essa faceta da sua sexualidade. Para praticamente todos os homossexuais, a homossexualidade não é uma escolha. A única escolha feita, quando decidimos viver a nossa sexualidade plenamente, é a de sermos honestos, de sermos nós próprios e de, acima de tudo, sermos felizes.

Será que sou homossexual?

Uma das questões mais comuns sobre a homossexualidade é de como é que se sabe que se é gay ou lésbica. Não existe uma verdadeira resposta para isso. Muitas pessoas dão-se conta dos seus sentimentos homossexuais mesmo antes de saberem que existe uma palavra para os descrever. A muitos jovens é dito que é "só uma fase" pela qual estão a passar, mas raramente é realmente apenas uma fase. Outros têm sentimentos que só mais tarde nas suas vidas foram identificados como homossexuais. Uns compreenderam o que significavam os seus sentimentos através de um relacionamento amoroso. Outros dizem que foram os seus desejos sexuais que os fizeram aperceber-se da sua orientação sexual. Estas experiências dependem, até certo ponto, do género da pessoa. Os homens, com mais frequência dos que as mulheres, dão-se conta da sua homossexualidade através da sua sexualidade. Desde muito novos podem ter fantasias sexuais ou sentirem-se atraídos por outros rapazes. A maioria das raparigas apercebe-se da sua homossexualidade através de um relacionamento amoroso e geralmente tiveram muitas amizades especiais ou muito próximas com raparigas antes de se aperceberem de que o que sentem é amor.


O que é quer dizer "Coming Out"?

Muitos homossexuais falam em assumir a sua sexualidade ou de "sair do armário". São expressões usadas para descrever a compreensão e aceitação que uma lésbica ou um gay faz da sua própria homossexualidade e o ousar contactar outros. Mas "assumir-se" também quer dizer falar sobre os nossos sentimentos com as pessoas mais próximas de nós e de quem mais gostamos. A experiência de "sair do armário" varia muito de pessoa para pessoa. Algumas pessoas dizem que aconteceu muito depressa e que se sentiram como se de repente todas as peças do puzzle tivessem encaixado perfeitamente. Para outros é um processo longo e difícil, que dura alguns anos ou até mesmo décadas. Frequentemente estas pessoas aperceberam-se do que significavam os seus sentimentos muito antes de finalmente os terem aceite e assumido totalmente. Sem dúvida, as circunstâncias em que vivemos ditam o quão difícil é para nós assumirmo-nos. Talvez seja a idade, o local em que se vive, o ambiente familiar ou de trabalho. Também depende da nossa personalidade. Algumas pessoas estão prontas a seguir o seu próprio caminho e não têm medo do que os outros possam pensar. Muitos gays e lésbicas acham que, à partida, as pessoas à sua volta irão evitá-los se souberem que são homossexuais. Às vezes há reacções negativas, mas a experiência mostra que geralmente acontece justamente o oposto. Pais, familiares, colegas e amigos não só te aceitam, como também apreciam a tua honestidade e coragem e o facto de tomares uma posição de afirmação em relação ao que és.

Qual é a sensação de conhecer outros homossexuais?

O primeiro contacto com outros homossexuais é frequentemente uma experiência extraordinária. Ir a um local onde se costumam encontrar homossexuais significa que, de um momento para o outro, encontras pessoas que se sentem exactamente como tu. E de repente não estás sozinho. Antes de se conhecer outras lésbicas e gays a parte mais difícil de se ser homossexual é, frequentemente, a solidão e o isolamento. Acredita-se literalmente que "ninguém se sente como eu sinto" ou sabe-se que há outros, mas não se sabe como é possível alcançá-los. Por vezes lésbicas e gays descrevem o primeiro contacto com outros homossexuais como uma sensação de "voltar a casa". Talvez sintam isso porque finalmente encontraram outras pessoas que passam pelas mesmas experiências, que sabem e percebem muito bem os seus sentimentos e que reconhecem como sendo iguais.

Há afinal grandes diferenças entre a homossexualidade e a heterossexualidade?

Quando o tema "sexualidade" é discutido, muitas pessoas pensam que há uma grande diferença entre a homossexualidade e a heterossexualidade. No entanto, as investigações mais recentes sobre a sexualidade e o género indicam que na verdade a grande diferença estabelece-se na realidade mais entre os homens e as mulheres do que entre os homossexuais e os heterossexuais. Para os homens é mais fácil separar a sua sexualidade dos seus relacionamentos amorosos. Também se pode dizer que os homens usam o sexo mais vezes que as mulheres como meio para alcançar a intimidade ou para iniciar uma relação amorosa. As mulheres, por outro lado, costumam depender mais do contexto emocional para obter prazer sexual. Também se pode dizer que para muitas mulheres a sexualidade só é valorizada depois de alcançada uma proximidade e intimidade emocional com o seu companheiro ou companheira. O que acontece nas relações homossexuais é que muitas vezes estes comportamentos específicos de cada género são reforçados.

Será que é mesmo assim?

1. Nas relações homossexuais um ou uma faz o papel de mulher e o outro ou a outra de homem.
Errado. Nas relações homossexuais os parceiros partilham indiscriminadamente os papeis consignados socialmente a ambos os sexos. Isto quer dizer que nenhum finge que é do sexo oposto.

2. Os homossexuais são mais obcecados pelo sexo.
Errado. Sexo é tanto ou tão pouco importante para os homossexuais como para os heterossexuais. O que notamos, na realidade, é que a diferença entre a sexualidade masculina e feminina é bastante mais significativa do que a diferença entre a sexualidade homossexual e heterossexual.

3. Os homens homossexuais são pedófilos e molestam crianças.
Errado. Há proporcionalmente menos homens homossexuais do que homens heterossexuais que abusam sexualmente de crianças.

4. A homossexualidade é causada por um trauma durante a infância.
Errado. Ninguém sabe porque é que algumas pessoas são homossexuais. Há teorias diferentes que falam de hereditariedade e do ambiente. A maioria dos homossexuais não tiveram dificuldades especiais durante a sua infância.

5. Os filhos de homossexuais tornam-se homossexuais.
Errado. As investigações científicas que têm sido feitas mostram que estas crianças tornam-se tanto ou tão pouco homossexuais como os filhos de heterossexuais.

6. Os homossexuais sentem-se atraídos por todos os membros do seu sexo.

Errado. Não é suficiente que a pessoa seja do mesmo sexo. Os homossexuais têm critérios de escolha do parceiro tão exigentes como os heterossexuais.

7. Informação positiva sobre a homossexualidade resulta em mais pessoas "se tornarem" homossexuais.
Errado. Informação positiva não faz com que haja mais homossexuais. Surgem sim mais pessoas com coragem para se assumir visto que a informação ajuda a diminuir os preconceitos.

8. Uma pessoa é homossexual porque não consegue relacionar-se com os membros do sexo oposto.
Errado. A homossexualidade não tem nada a ver com capacidades de atrair o sexo oposto. Tem sim com o facto de os homossexuais se interessarem por pessoas do mesmo sexo.