“Made in” saúde: de onde vem os melhores médicos?

14:04



       No ano de 2013 foi implantado no Brasil o sistema Mais Médicos, com a principal intenção de importar profissionais da saúde de diversos países.  Desde então, este programa já gerou inúmeras polêmicas, e com isso chegou-se às seguintes questões: qual o maior fator que levou o Brasil a tomar tal medida emergencial? E o projeto está sendo realizado com sucesso?  

A Unesco apontou que, o estado brasileiro apareceu como a 8º nação com maior número de analfabetos adultos. Esse fato só faz ressaltar o quanto a educação no Brasil é escassa, além de ser nitidamente desestruturada. Com isso torna-se complicado elevar o número de profissionais médicos brasileiros.

Segundo o blogueiro Josias de Souza, após 7 meses de implantação do projeto, já foram registradas aproximadamente 192 desistências. Esse elevado nível de abandono além de preocupante, também levanta a questão de que os médicos não estão recebendo à estrutura necessária para desempenhar bem suas funções.

Também durante a implantação do sistema, o Conselho Federal de Medicina (CFM) informou, que encaminhou à Procuradoria Geral e à Policia Federal um pedido para apuração de folhas no processo de inscrição. No qual fica evidente a má organização do programa, onde se é visto erros desde seu princípio.

Portanto, fica claro o quanto a saúde precisa melhorar começando primeiramente a se organizar e investir devidamente nela. Como também seja criada campanhas publicitárias,de incentivação à educação, e que haja mais investimentos significativos, para assim obter uma boa base educacional. Pois só assim, o Brasil será capaz de conseguir construir uma boa estrutura médica.

Aluna: Thais Farias
Professor: Diogo Didier

LEIA TAMBÉM

0 FELICIDADES

recent posts

Comentários

Instagram