Plebiscito: Até que ponto a voz do povo deve e pode ser ouvida?

14:29

Vez e voz
         A discrepância de uma sociedade, a qual vivencia polêmicas que vão de encontro a opiniões populares, marcada pela corrupção, falta de investimentos, priorização do fútil e a desvalorização da vida podem ocasionar certos conflitos entre povo e políticas públicas. Porém, em alguns países dominados pela aristocracia rural o que se sobressai são as vozes dos que têm mais e a dos restantes são sucumbidas e desprezadas. Desta forma, a voz do povo soa até o momento que beneficia os poderes e se cala quando prejudica os planos.

           O “slogan”, “Brasil um país de todos” é uma frase metafórica, mas seu verdadeiro sentido se constrói no, “é de poucos”. Donos de terras, políticos, desenvolvem-se em função do capitalismo, da sua própria melhoria e enquanto isso o povo é deixado ao esquecimento sem desfrutar dos seus direitos que segundo John Locke já são inerentes ao homem: liberdade, propriedade e vida, todos muito distantes desta realidade. Nota-se que se realmente fosse de todas as reivindicações que acontecem já teriam sido resolvidas e organizadas a tempo.

         “A voz do povo é a voz de Deus”. Em período eletivo esta frase é muito bem colocada. Nessas circunstâncias o povo se faz necessário, útil, a voz e as necessidades de uma sociedade falam mais alto. Porém, após a eleição, aonde que se encontram os políticos quando o povo grita por melhores condições de vida, como no sertão e em outros países onde há fome.

           Contudo, em lugares onde se prioriza a vida as coisas acontecem de forma diferente, o ser humano é posto acima de tudo e sua voz é ressoada constantemente. Percebe-se isso, no caso dos E.U.A, relatos do IBGE afirmam que a quantidade de pobres é ínfima e que todos os atos são feitos com o consentimento popular. Outro fato, está no caso do presidente do Egito Mohamed Morsi destituído de sua função por não haver desenvolvimento. Nesses países observa-se que o plebiscito é importante e até mesmo necessário para o crescimento da sociedade.

          Portanto, fica nítido que todos esses fatores foram herdados de todo um contexto histórico e é preciso toda uma nova modificação nesse setor. Assim, há uma necessidade de um representante do povo para que nós tenhamos “vez e voz” diante de uma república dominada por ser e ter. Desta maneira, haveria uma grande evolução e um destaque no país.

Aluno: Alisson Ulisses dos Santos Silva

Professor: Diogo Didier

LEIA TAMBÉM

0 FELICIDADES

recent posts

Comentários

Instagram