Renúncia papal

19:09



      Todo o mundo foi surpreendido no dia onze de fevereiro com a notícia da renúncia do papa Bento XVI. Certamente a maioria da população não sabia que um papa poderia renunciar, por isso houve grande repercussão e surpresa. Teria ele desistido do pontificado por questões físicas ou escândalos na Igreja?

   Muitos especulam que a saída dele se deu por um escândalo com clérigos. Embora haja essa possibilidade, é visível que a saúde e o entusiasmo do pontífice não são mais os mesmo do início do pontificado.

     Uma das maiores responsabilidades do atual papa foi suceder João Paulo II, que foi um dos papas mais carismáticos e amados da história da Igreja Católica. Depois veio a chamada ‘nova evangelização’, onde deveria-se evangelizar por meio das redes sociais e com foco nos jovens.

    Ele também teve que lidar com a grande evasão de fiéis de todo o mundo, com a ascensão de religiões protestantes. Um país com um elevado número de fiéis que deixaram o catolicismo, de acordo com o último censo, foi o Brasil.

    Podemos então afirmar que mesmo que haja algum escândalo no clero, o motivo da renúncia do Bispo de Roma é seu cansaço físico e psicológico. Como disse o irmão do papa “a idade pesa e o papa quer descansar”. Com esse gesto de grande humildade, Bento XVI deixa o papado enquanto a população católica aguarda a escolha do novo Sumo Pontífice.

Aluno: José Pedro Lopes
Professor: Diogo Didier



LEIA TAMBÉM

0 FELICIDADES

recent posts

Comentários

Instagram