Eles também são gays

08:46

Júlio Cavani

Projeto #eusougay faz sucesso na internet com uma campanha colaborativa

O que era para ser apenas um desabafo pessoal se transformou em uma campanha inédita, com sucesso na internet e envolvimento de artistas famosos. Diante do aumento de 30% nos índices de violência contra homossexuais no Brasil e após a indignação com a morte de Adriele Camacho de Almeida - jovem de 16 anos que foi assassinada por parentes da namorada, no interior de Goiás -, a jornalista pernambucana Carol Almeida, 32 anos, que mora em São Paulo, criou um blog colaborativo (http://projetoeusougay.wordpress.com)que praticamente já representa uma nova mobilização nacional em nome da paz. A proposta é simples: Quem quiser participar deve enviar por e-mail uma foto de si mesmo com um cartaz, folha de papel, placa ou qualquer letreiro com a seguinte mensagem estampada: #EUSOUGAY.

As fotos serão editadas e montadas em um vídeo que depois circulará na internet e por festivais, debates, seminários, festas e nos mais diversos tipos de encontros. A discussão, segundo Carol, não se restringe à violência contra homossexuais, pois vai além e trata de compaixão, fim dos sentimentos de ódio e respeito ao próximo, em nome de um mundo melhor. Um dos diferenciais da campanha é justamente seu caráter espontâneo, sem o envolvimento direto de organizações não-governamentais (ONGs) ou instituições.

Adesão

Entre as celebridades que já participaram estão a apresentadora de TV Sarah Oliveira, que postou um vídeo no blog, e o grupo Cansei de Ser Sexy (banda brasileira de maior sucesso internacional atualmente). Uma grávida também mandou uma foto, assim como um casal (homem e mulher) aos beijos e até um cachorro poodle. A frase é escrita com as palavras coladas e antecedida pelo sinal # para ser utilizada como hashtag (mecanismo facilitador de buscas) no Twitter. O e-mail para envio é: projetoeusougay@gmail.com.


entrevista >> Carol Almeida

“Rosto à indignação”

Quais são os diferenciais dessa campanha em relação a outras?
Acho que a diferença primordial é que toda essa ideia não surgiu exatamente como uma campanha. Surgiu como um desabafo. O legal dela é que, pela primeira vez, estou vendo pessoas dando rosto à sua indignação quanto ao ódio contra tudo e contra todos que hoje é facilmente cultivado como discurso coletivo.

Alguns comentários postados no blog questionam a campanha por diferenciar os homossexuais do resto da sociedade. Por que você acha importante essa ênfase diferenciadora?
Absolutamente todos nós, se formos buscar uma identidade que nos defina, somos diferentes um do outro. Se digo, por exemplo, que sou brasileira, isso significa que existem várias outras pessoas não-brasileiras no mundo. O único atributo que nos faz iguais é sermos, todos, humanos. Quero buscar na saliência das nossas diferenças essa nossa exclusiva igualdade, a de sermos humanos e, como tais, fraternos. Fraternidade que, não por um acaso, está no primeiro artigo da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Apesar desses crimes, você acha que a sociedade brasileira tem evoluído na questão do respeito às diferenças sexuais?
A evolução em relação à tolerância da orientação sexual existe, mas anda a passos ainda muito curtos no Brasil. Além de conseguir leis que defendam os direitos dessas pessoas, é preciso haver um trabalho de educação no país sobre o assunto, em escolas, no trabalho e, claro, nas famílias.
Na Alemanha há pelo menos dois importantes políticos que são gays assumidos: o prefeito de Berlim e o ministro das relações exteriores. Você acha que o Brasil estaria preparado para algo assim?

Na Alemanha, já que você citou este exemplo, o casamento gay, que é apenas um dos direitos civis que podem ser conquistados pelso gays, é permitido desde 2001. Dez anos depois, no Brasil, ainda não temos uma lei que puna a homofobia. Há uma distância entre nós, mas acredito que com o apoio de alguns deputados que estão agora empenhados em resolver essas questões, rapidamente o país pode chegar a ter uma representação política mais plural em cargos não apenas do legislativo, mas do executivo.

Você acha que o povo brasileiro é, em geral, preconceituoso contra homossexuais?
Acho que o povo brasileiro, possivelmente, ainda tem menos acesso a informações e educação que outras sociedades. E ignorância costuma gerar opiniões confusas. A campanha é uma resposta ao ódio na sociedade, não a algum grupo específico.


Ranking de homicídios

Segundo Rhemo Guedes, coordenador do Centro Estadual de Combate à Homofobia e membro da ONG recifense Leões do Norte, o estado de Pernambuco liderava o ranking de homicídios cometidos contra homossexuais. Mas, no último ano, conforme dados coletados pelo GGB (Grupo Gay da Bahia), reduziu esses índices e agora ocupa a sexta posição. Contudo, ainda existem muitos casos de homofobia subnotificados. “Isso quer dizer que não são divulgados, mas que estão presentes na família, escola, trabalho, na academia, entre outros, uma vez que vivemos numa sociedade que costumeiramente ignora a possibilidade de ser homossexual, oprimindo homens e mulheres a um padrão heteronormativo”.

Para Rhemo, a campanha #eusougay, de uma maneira descontraída, fomenta o debate sobre a livre orientação afetivo-sexual, estimulando, especialmente jovens, a aceitarem sua homossexualidade. “É importante destacar que o meio utilizado – a internet – favorece ainda mais essa troca instantânea de mensagens afirmativas sobre a possibilidade de ser gay e contra o preconceito”.

“Em Pernambuco, as discussões sobre a homofobia avançaram muito, sobretudo na Região Metropolitana do Recife”, esclarece Rhemo. “Na capital, desde de 2002, há uma lei municipal (16.780/2002), de autoria do ex-vereador Isaltino Nascimento, que pune a discriminação por orientação afetivo-sexual”, destaca.

Fonte: Diario de Pernambuco

LEIA TAMBÉM

9 FELICIDADES

  1. Em breve estarei participando dessa campanha com um video meu aqui no blog! :D!

    ResponderExcluir
  2. Olá Diogo
    Essa campanha é fantástica. Todos deveriam aderir.
    Bom findi
    Bjux

    ResponderExcluir
  3. Muito boa mesmo! Beijo, beijo querido!
    She

    ResponderExcluir
  4. uma campanha para se aplaudir de pé. muito boa mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Oi Di
    Campanha show hein ... to ate com planos... hehe
    ontem passei horas aki no seu mundo... eh uma delicia ler-te

    beijo

    ResponderExcluir
  6. ótima campanha
    Beijos querido, ótimo final de semana a vc.

    ResponderExcluir
  7. Fato lamentável da jovem...
    boa campanha, quem sabe assim algo mude nesse país..
    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  8. Diogo,o mundo ás vezes me parece que anda para trás!Esses casos de agressão e mortes a gays parecem coisa de nazista!Eu fico imensamente triste e estou com os gays nessa campanha e contra a intolerãncia das diferenças,sejam elas quais forem!Bjs,

    ResponderExcluir
  9. cialis kaufen cialis bestellen rezeptfrei
    cialis online cialis 20 mg costo
    cialis comprar comprar cialis por internet
    generique cialis tadalafil

    ResponderExcluir

recent posts

Comentários

Instagram